Conserv

Doenças que são transmitidas por ratos

A leptospirose é uma doença que pode ser transmitida pela urina dos ratos. Ela é apenas uma das diversas patologias que podem ser transmitidas pelos roedores. Veja algumas doenças que podem ser transmitidas por ratos:

Ratos podem ser perigosos

É muito comum as pessoas fazerem uma limpeza na casa e descobrirem que esse lugar esta infestado de ratos. Os sacos de comidas aparecem furados e vazios, livros roídos e as embalagens de eletrodomésticos estão destruídos. A presença desses animais é horrível, mais não é motivo para desespero. Afinal, existem várias formas de combater esse roedor.A maior preocupação relacionada aos ratos está na transmissão de doenças que esse roedor pode causar. Os ratos contaminados podem ser tornar um perigo para a família e por isso deve ser combatido o mais rápido possível.

Doenças transmitidas por ratos

1. Leptospirose: essa doença pode ser causada por bactérias que ficam alojadas nos rins dos roedores. Por isso, elas acabam sendo transmitidas pela urina dos mesmos. Elas penetram através da mucosa e de algum machucado presente na pele. Quando acontecem as enchentes, os casos de leptospirose aumentam. O tratamento deve ser feito com antibióticos, porém se a doença não for descoberta a tempo pode levar à morte.

2. Peste bubônica ou negra: trata-se de uma das doenças mais antigas que se tem registrado. Ela pode ser transmitida pela pulga do rato de telhado e até hoje mata muitas pessoas em todo o mundo. Assim como a leptospirose, a peste bubônica também deve ser tratada com antibióticos.

3. Hantavirose: transmitida pela saliva e urina dos ratos, essa virose pode ser mortal se não for tratada. Não existe tratamento específico, são tratadas somente as infecções causadas por ela.

4. Tifo murinho: transmitida pela pulga do rato de telhado e o tratamento deve ser feito com antibióticos. 

5. Febre da mordida do rato: é transmitida pela mordida do roedor infectado. Pode ser passada também pela ingestão de alimentos contaminados com a saliva do rato. Provoca febre, dores musculares e vômitos, além de poder evoluir para pneumonias e até infartos.

6. Alergias e sarnas: o contato com o pelo dos roedores pode causar sarnas e alergias na pele humana.

Os ratos são animais que muitas vezes parecem inofensivos. Entretanto, várias doenças são transmitidas por ratos e podem trazer sérios problemas para os indivíduos infectados. O ideal é prevenir as doenças eliminando os ratos da sua casa e outros ambientes de contato com o mesmo.

Fonte: www.mundodastribos.com

mais em blog

Formigas podem transmitir mais doenças que baratas

Gênero animal de maior êxito na história da Terra, as formigas compõem cerca de 15% de toda a biomassa animal terrestre. Em função disso, é muito comum encontrar esses insetos em diversos locais de nosso convívio: em casa, nas ruas, em parques, em estabelecimentos comerciais, entre outros.

É frequente, inclusive, encontrar formiga em alimentos. Quem nunca viu um pequeno inseto do tipo andar em biscoitos, pães e afins? Muitos tiram a formiguinha do local e continuam a comer tranquilamente.

Este hábito, porém, é perigoso para a nossa saúde. Um recente estudo feito em Campo Mourão (PR) e publicado pela Revista de Saúde e Biologia aponta que formigas podem carregar mais doenças do que baratas.

A pesquisa biológica fez uma busca por bactérias nas patas de formigas em ambientes hospitaliares. Sete tipos distintos de patógenos foram encontrados: Enterobacter sp, Acinetobacter sp, Streptococcus pneumoniae, Staphylococcus coagulase negativo (SCoN), Shigella sp, Serratia sp e Klebsiela sp.

Com isso, a relação entre formigas e problemas relacionados a tratamentos de doenças em hospitais, como irritações e rejeições, pode ser mais forte do que pensávamos.

Além disso, a formiga é vetor de doenças infecciosas. Gripe, tuberculose, verminoses, intoxicações alimentares e até hanseníase podem ser transmitidas pelo pequeno inseto.

Por que isso acontece?

A formiga pode transmitir doenças por ser móvel demais. Não parece fazer sentido, né? Mas faz.

Insetos desse tipo percorrem até três centímetros por segundo e não se cansam: podem caminhar, praticamente, o dia todo. Com isso, esses animais passam por diversos locais em um curto período de tempo.

Por serem animais muito móveis, as formigas também passam por diversos locais de higiene questionável, como recipientes com lixo, fezes e animais em decomposição. Dessa forma, organismos patogênicos ficam acumulados nas patas dos insetos.

Formigas vs. baratas

Não se trata de uma competição: formigas e baratas são igualmente perigosas para nós. Ambas podem transmitir doenças aos seres humanos quando há contato direto ou indireto com elas.

No entanto, quando se afirma que formigas podem ser mais perigosas que baratas, trata-se de uma questão relacionada à própria natureza: quando as baratas morrem, são as formigas que recolhem seus restos mortais.

Fonte: acrediteounao.com

mais em blog